sábado, 19 de fevereiro de 2011

Casando com Ziggy Stardust

Casando com Ziggy Stardust




Toda garota tem um amor platônico e, pelo menos uma vez na vida pensa secretamente em se casar com uma estrela do rock.
Minha paixão avassaladora era Ziggy Stardust, um alienígena Rockstar.
Lembro-me de andar em Londres com oito anos, à procura dos grandes cartazes de Bowie.
Ele era pálido, magro com estranhos olhos verdes e os cabelos vermelhos mais brilhantes que eu já vi. E ainda por cima alienígena!
Não poderia pedir mais. Ele era perfeito para mim!
Sua voz profunda vinda das estrelas diretamente pro meu coração e era simplesmente impressionante.
Era tal o meu fascínio, que me fazia parar na frente de lojas de discos e olhar os posteres hipnotizada. Minha mãe e meu pai tinham de me arrastar à força nos passeios em Piccadilly Circus, Oxford Street, ou praticamente qualquer lugar onde houvesse um cartaz ou uma loja tocando "Space Oddity" ou "Life on Mars".
Eu não tenho como descrever o que se sente quando se acredita ter encontrado o amor da sua vida, sua alma gêmea aos oito anos apenas, mas percebe que ele é, obviamente, completamente fora do alcance. Mesmo que ele fosse meu vizinho, eu acho que o meu pai não aprovaria.
Naquela época ele era um cara 16 anos mais velho, casado, supostamente bissexual, e cantor de rock que vestia roupas esquisitas. Mas, não por isso,a minha tristeza vinha da certeza de que meus pais nunca aceitariam um alienígena cantante como genro. Muito moderno para eles.
E, depois de dois anos vivendo no exterior, voltei para minha casa no terceiro mundo. Eu o perdi de vista.
Cinco anos mais tarde ele retornou ao cenário internacional e eu fiquei feliz por poder ouvi-lo cantar de novo.
Mas aí ele já era Mr.Bowie pra mim.
Fui no "The Glass Spider Tour" para vê-lo ao vivo.
Foi incrível! Eu tenho certeza que vou ser sempre fã e acompanho sua carreira "até que a morte nos separe."
Mas a minha criança interior ainda é apaixonada pelo Alien Rockstar.
Do meu coração de menina para você com amor Mr.Stardust!